quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Badalada exposição do Vik Muniz




Fiquei muito contente com o convite do "amigo de todas as horas", batalhador e artista Henrique para ser sua suplente como "educadora" na exposição do Vik Muniz lá no MAM. O mais interessante para mim foi ter tido uma aula com o Vik, que aparentemente é um artista sem aquela "aura superior", sobre o seu trabalho, ao vivo e a cores, com direito a gravação no meu "I pobre". Dito isto, transcrevo um pequeno texto de minha própria autoria.

O artista

É de uma simplicidade incomum para o título e o dinheiro que o classifica. Acessível, prestativo, risonho, simples e bem- humorado. Não tem pudores de falar sobre sua vida e se despe assim como faz com seu trabalho.
Pareceu-me um homem generoso sem ser obrigado a ser. Não carrega aparentemente, a "demagogia artística ONGuiana". Bem, eu espero que não porque sei que todos aqueles do lixão contam com ele.

A Arte

Seu trabalho é um encanto. A cada foto a curiosidade aguça. Ele utiliza materiais inusitados para fazer suas fotos.
Chocolate, creme de amendoim, linhas, poeira, lixo, sucata e gente humilde, simples e pobres.
Esses são os elementos principais da composição poética de seu trabalho. O artista que gosta de pintores como Monet, Andy Warhol, Caravaggio, Da Vinci e outros não menos famosos, os homenageia reproduzindo uma Monalisa de geléia e creme de amendoim. Uma Elizabeth Taylor de diamantes e um Drácula de caviar.
A criatividade impera na cabeça desse homem que ao passar férias no Caribe conheceu crianças alegres e bonitas e conheceu seus pais, cortadores de cana, tristes e amargurados. Vislumbrou o futuro delas ali tão doce e mais tarde igual ao dos pais. Tirou fotos dessas crianças e as pintou com açúcar. Esse foi o trabalho que rendeu ao artista a fama e o dinheiro que hoje ele tem.
Seu trabalho é colorido, grande e bonito. Curiosidade talvez seja a palavra que nos permeie durante a visita ao MAM (espaço belíssimo) a beira da Baía da Guanabara.
Então... apareçam por lá e se não puderem acessem o site www.vivkmuniz.net

Discussões, ideologias e afins a parte, o cara manda muito bem e ponto final.

2 comentários:

Martuscello disse...

Oi "ÄGRIPINOS" Rá, para vcs, humanos!
caras, o blog está com uma nova roupagem...que coisa fashion...
Mas, ainda tem aqueles textos das baratas, né?
xiii...tenho que ir...as batatas fritas estão passando do ponto...
fui...

Martuscello disse...

Caras... realmente a exposição foi um sururu de capote!!!!

Pesquisar este blog