terça-feira, 30 de julho de 2013

"...Não pode mexer aí não por que esse material é dos meus alunos!"
(Profa. de escola pública no RJ)
Nesse dia estavam, alunos e professores fazendo tapete de sal na quadra esportiva da escola com material doado pela escola.


 Conclusão: Freud explica, Paulo Freire quica e Darcy Ribeiro, coitadinho, envergonhado com essas posturas.



 Aluno - Professora?!?!?! minha mãe disse que é pra eu não "mexer nesse negócio de tapete de sal". É macumba!
Professora- É mesmo? Eu sou macumbeira e estou mexendo. Sendo eu macumbeira você não assistirá mais as minhas aulas?


Conclusão: Deus meu querido, não era esse o planejamento secular né não?
Jesus amado, o diretor mandou, você tentou mas os teóricos já dizeram: "planejamento tem que ter flexibilidade".
E agora José? Quer uma dica? aperte o botão pois não tem mais jeito não!



Aluno: Professora seu sonho era ser professora? Claro que não né?
Professora - Não, não era.
Aluno: Tá maluco!!!ser professor...aguentar gente como a gente (risos)

Professora pensando qual era o sonho dela. Qual era? não tinha um sonho naquele momento.
O que faz uma professora sem sonho? Ela pensou na filha, orgulhosamente, da irmã, do sonho de viajar, viver sem luxo mas sem atropelos para passar a "semana diet"...

Conclusão: O sonho da professora é querer sonhar como se deve por direito.

Pesquisar este blog